O Gênesis e a Geologia

Um tema de muita polêmica em nossos dias é o suposto contraste do entendimento religioso sibre a criação e as novas descobertas das ciências sobre o inicio de tudo.
Bem, na verdade, não quero aqui impregnar nada como verdade absoluta, porque a unica verdade que conheço é Cristo e Ele sempre foi a vida, visto que o cordeiro estava imolado antes da fundaçâo do mundo, assim, a Vida, não só em uma perspectiva terrena mas a vida eterna sempre esteve e está em Cristo.
O que quero falar é sobre esta suposta dicotomia existente nos discursos religiosos e científicos.
Para mim não ha nenhuma dicotomia visto que os avanços científicos e o que foi descoberto até o presente momento mostram como a criação é verídica.
O grande problema para o não entendimento do mesmo é um fundamentalismo religioso e processo degenerativo do ser através da letra.
Digo isto porque nos estudos geológicos atuais percebemos algo semelhante ao gênesis, onde com a solidificaçâo dos elementos surgem o céu (atmosfera) e a terra (litosfera) e posteriormente os vegetais, os animais e no último milhão de anos o homem, esse processo segundo dados ciêntíficos se deu em cerca 6 bilhões de anos, desde a formação do sistema solar até hoje.
Hoje vemos uma perfeição enorme, na massa da terra que permitiu a formação da atmosfera, no movimento de rotação e translação que permitem que a água se apresente nos tres estados (sólido, líquido e gasoso) e que haja um equilíbrio de temperatura mundial, hora quente e hora frio em cada hemisfério, sem falar na distância ideal entre o Sol e a Terra, entre aproximadamente 149 e 152 milhões de km e no movimento orbital constante.
Todos estes fatores em conjunto permitiram a vida na Terra, com toda esta perfeição nâo da para discordar da criação por um ser perfeito, Deus.
Porém a religião fundamentalista acredita que tudo foi criado em 6 dias de 24h, assim como o texto de gênesis, o que se torna um engano tremendo.
Digo engano porque o tempo de Deus não é o tempo do homem, portanto o tempo de Deus nâo é o tempo Crhonos mas o tempo Kairós, portanto o tempo de Deus rompe todas as barreiras cronológicas do homem.
Em uma passagem bíblica lemos que um dia para Deus é como mil anos e mil anos como um dia, assim, o gênesis e hoje são a mesma coisa.
Tudo é uma questão de interpretação e de buscar o entendimento, hoje em dia com os avançados métodos de datação de fósseis percebemos que esta interpretação religiosa não passa de um mito justamente pelo fato da Terra ser tão idosa (milhões de anos), e o homem surgir somente no último milhão de anos.
Assim acredito na criação pelo meu Deus, porém não acredito de uma forma fundamentalista.
Hoje agradeço até mesmo pelo ar que respiro e sei que todas as coisas foram criadas por intermédio dEle para o nosso bem, por isso já não classifico nada como sendo bom ou ruim.
Assim, Deus sabe perfeitamente o que criou, inclusive a humanidade, porém muitos tem matado a sua humanidade e lutando contra si próprios a fim de manter uma moral religiosa, isso tem matado a humanidade, e a liberdade que é gerada com o conhecimento da verdade, mas isto é assunto para uma outra oportunidade.
Nele, que é o Cordeiro imolado antes da fundação do mundo para que tivessemos vida abundante e que é totalmente Amor e pela sua graça nos salvou,
Luciano Costa