"Um dos desafios é como transformar a informação em conhecimento e em sabedoria. Sabedoria é um conhecimento integrado com a dimensão ética. A universidade prepara para o conhecimento. Mas o conhecimento pode ser usado para explorar o outro, para manter a desigualdade de um país. Então, na universidade, muitas pessoas se preparam para servir aos grupos que tem mais dinheiro, esquecendo-se da maioria; falta-lhes a visão social. Então, o conhecimento parcial não integra a competência intelectual, a emocional e a ética. Esse é o desafio. Como juntar tudo isso numa sociedade tão desestruturada, onde estamos voando e não sabemos para onde? Como juntar o intelectual com o emocional e o ético, e não ver o ético como uma espécie de carga, mas como um desafio de crescimento pessoal?. A pessoa que evolui percebe que ter um comportamento honesto, não é ser otário; pelo contrário, significa gostar de si mesma. Otário é o desonesto, aquele que leva vantagem. Esse está atrasando a evolução dele e a de toda a sociedade. Está complicando tudo, mas infelizmente muita gente não percebe isso ainda. "

Fonte: Fragmento de um texto de José Manoel Moran que achei interessante.

Luciano